Infrações caem

herro

O erro de concordância no release da Prefeitura de Maringá pode ser justificado: a administração anterior também levou o livrinho de regras de Português…

Angelo Rigon


12 pitacos em “Infrações caem

  1. Amante do Vernáculo diz:

    Bom… é só ler com atenção cada nota no site da Prefeitura….. não só a concordância está sendo vilipendiada, mas a língua como um todo… Não conheço os que hoje fazem parte da Imprensa da Prefeitura, mas ao ler as notas, sinto uma tristeza, pois a cada linha, a cada frase, vejo a facada no coração do vernáculo… É uma pena, pois , me lembro bem,na época de campanha do Dr. Ulisses (esse Dr coloquei em homenagem àqueles que adoram se dirigir a ele dessa forma) ele iria usar o critério técnico para os seus cargos… acho que forjaram currículos e entregaram a ele, pois de técnicos passam longe. Em relação ao tal “livrinho” , o técnico não precisa de um, pois já o tem arraigado no seu ser…

  2. Demonstra com isto que os Orientadores do Estar, estão “coçando” mais que antes, se caiu o numeros de autos-multa e não subiu a quantidade de cartões de estacionamento, a conta é fácil de fazer, os orientadores encostou na parede das lojas e estão no zap-zap, e os novos monitores que antes eram orientadores inclusive o gerente, e alguns deles que gostava de “coçar” virou chefe, imagine a qualidade do serviço. A arrecadação do Estar não pagara nem o custo com funcionários, apesar que o objetivo não é arrecadar e sim a rotatividade dos carros.
    Neste caso já que não esta havendo fiscalização satisfatória o ideal para economizar é deixar sem o Estar, pois o objetivo não esta sendo alcançado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>