Governo divulga números falsos sobre salário dos professores

Da App-Sindicato:

Os(as) professores(as) da rede estadual do Paraná realmente não tem sossego. Nos últimos anos, o governador Beto Richa insiste em atacá-los(as) desde as férias de janeiro. Primeiro foi o pacotaço de janeiro de 2015, quando o governo tentou acabar com a carreira e a aposentadoria de todos(as) os(as) servidores(as) estaduais. A “guerra” iniciada por Richa culminou com o fatídico massacre de 29 de abril daquele ano.

Agora, em 2017, o governo continua a bombardear a categoria. Anuncia medidas que punem educadores(as) doentes e diminui a hora-atividade dos(as) professores(as).
A lei federal 11.738/2008 estabelece o Piso Salarial Nacional do Magistério e também regula em 1/3 a hora-atividade desses(as) profissionais. O governo do Paraná não cumpre essa lei desde 2016, quando deixou de reajustar o salário do magistério paranaense de acordo com o que o Ministério da Educação (MEC) determina. Essa defasagem, hoje, chega a 15,98%.
O piso nacional definido pelo MEC para 2017 é de R$ 2.298,80 para uma jornada de 40 horas e com exigência de nível médio. No Paraná o valor está bem abaixo, basta constatar na tabela salarial disponível no próprio site da Secretaria de Estado da Educação. Para o nível médio, o valor do salário no Paraná, previsto na tabela, é de apenas R$ 991,04, para uma carga horária de 20 horas. Ou seja, se dobrarmos esse valor chegaremos ao valor do “piso paranaense” de R$ 1.982,08.
O ataque do governo não se justifica. Os profissionais da educação são os que ganham os menores salários do Estado. Apesar de representar cerca de 60% de todo o funcionalismo, consome o equivalente a 30% da folha de pagamento do Estado.
“Um professor atende, em média, quarenta alunos numa sala, num período de cinquenta minutos. Qual servidor, secretário de Estado ou governador atende a população desta forma?”, afirma Hermes Silva Leão, presidente da APP-Sindicato. Ele questiona a perseguição do governo aos educadores. “Por que não se questionam os valores pagos a cargos em comissão no alto escalão do governo, sem concurso e indicados de partidos? Por que o governador não reduz os valores repassados ao judiciário, por exemplo? Só pode ser perseguição a uma categoria já castigada pela falta de condições de trabalho e pelos salários defasados”, afirma Leão.
A APP-Sindicato lamenta a distorção de números sobre os salários, para atacar a categoria e tentar colocar a sociedade contra os(as) educadores(as) e o sindicato.

Angelo Rigon

10 pitacos em “Governo divulga números falsos sobre salário dos professores

    • Sindicato liderado pela direita NÃO é sindicato…
      E sim um bando de PELEGOS!!!!
      Sabes o que é um PELEGO?
      PELEGO é o sindicalista AMIGO do PATRÃO…
      E esse NÃO queremos…
      Fica pra VOCÊ…
      Leve pra casa…

    • Não seria a hora de acordar e parar de ver problemas apenas no PT? O PT tem problemas assim como PSDB, PMDB ….. é assim vai. Mas a imprensa, conscientemente quadriplicou os problemas do partido e omitiu os problemas, digo “corrupção” dos outros partidos. Mas já deu pra ter uma noção disso, cada dia fica mais claro isso …… continuar batendo na tecla do PT só está contribuindo p a inércia da população, ou seja, era tudo o que os políticos que estão governando este país e este estado planejaram. Estão acabando com TODOS OS DIREITOS conquistados e ninguém faz nada!!! Não tem panelas, não tem família com a camiseta da CBF fazendo manifestações….

  1. Mas o richa tem razão.Ele foi governo uma vez, mostrou o que era.Foi reeleito no primeiro turno, pela segunda vez.Claro que a maioria dos professores e familiares votaram nele.Apanha agora.Merecem.Votem tambem para ele ser senador…..

  2. A APP tem razão em tudo que fala, realmente o Beto Richa é um xxxxxxx, mas com relação ao salário não é verdade, os professores ganham bem, faça um teste, relacione alguns professores que você conhece e vá no site transparência Paraná e verá que são salários de 7, 8 9 mil reais por mês, façam este teste.

    • É exatamente isto que eles estão fazendo, colocando no portal valores irreias!!! Conheço professores e vi a real folha de pagamento deles, e no portal transparência o valor é muito maior!!!

  3. ENTÃO,

    EXISTE UMA PERSEGUIÇÃO AO PROFESSORES DA REDE DO ENSINO BÁSICO PUBLICO DO ESTADO SIM, E

    NAS UNIVERSIDADES A ROTINA É OUTRA,

    OS CCS ESTÃO LÁ, EM QUANTIDADES ACIMA, E O GOVERNO TEM SOLICITADO CORTES, EXIGIDO, E

    O TEMPO PASSA…E PASSA….E OS CCS ESTÃO LÁ,
    DEPOIS SOBRA PARA TODOS OS OUTROS SERVIDORES,

    TODA A CATEGORIA UNIVERSITÁRIA VAI TER QUE PAGAR PELOS MALES DE GESTÃO,

    AS MEDIDAS QUE VIRÃO SERÃO MUUUUIIIIITOS MAIS DRÁSTICAS,

    VAI SOBRAR PARA TODO MUNDO, E PREJUDICAR MUITOS, POR ISSO QUE NOS ÚLTIMOS MESES EM DE 500 A 1000 SERVIDORES DA UEM, SE APOSENTARAM.

    QUEM PODE TÁ SAINDO A TEMPO,

    NÃO DÁ PARA ESPERAR, PELO PIOR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>