Irregularidades promovidas na Seplan devem acabar no MP

Cerro Azul

Vários motivos concorreram para a saída do diretor de Planejamento da Seplan, ocorrida de forma humilhante nesta terça-feira.
O último foi a questão do parecer referente à verticalização das avenidas Cerro Azul (foto) e Teixeira Mendes.
Há, porém, outros processos que podem acabar no Ministério Público, um loteamento que fica depois do Jardim Sumaré e o terreno da fazenda do Unicesumar que estão tentando negociar os lotes vizinhos até chegar na Venda 200.

Foram feitos outros pedidos para loteamento que, antes da publicação do decreto, foram negados por estarem na área de manancial e que poderiam ser hoje beneficiados pela publicação feita em recente Órgão Oficial do Município.
O blog soube que a validade do decreto é questionável pois ele altera o Plano Diretor, e portanto deve ter um parecer favorável do Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial, prevendo-se inclusive a realização de uma conferência publica.

Angelo Rigon


Um pitaco em “Irregularidades promovidas na Seplan devem acabar no MP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>