A prioridade da administração

abuso

Enquanto a administração municipal envolve-se de corpo e alma para manter uma família no poder por mais uma temporada, inclusive disponibilizando carro oficial para levar funcionário em horário de expediente para reunião sobre política, as carências da cidade só aumentam.
Por exemplo: chega a 240 crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual a fila de espera no Centro Especializado de Assistência Social, para receber apoio e orientação.

Como se sabe, o não atendimento podem causar danos irreversíveis nas vítimas. Enquanto isso, há pouco, uma van DS saiu da Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Maringá lotada de servidores para ouvir o secretário Bovo (PP) em pleno horário de serviço no Auditório Hélio Moreira.

Angelo Rigon


Um pitaco em “A prioridade da administração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>