Médico cearense sugere a interdição de Ricardo Barros

Ricardo Barros

Um texto atribuído ao médico Arruda Bastos, ex-secretário de Saúde do Ceará e um dos coordenadores do Movimento Médicos pela Democracia, publicado ontem no site Circuito Político, sugere a interdição do ministro interino da Saúde, Ricardo Barros (PP), que por sinal reúne-se hoje com empresários da Fiesp, em São Paulo.
“Conclamo, mais uma vez, todas as entidades defensoras do SUS para, em uma grande corrente nacional, solicitarmos, antes que seja tarde, a saída do ministro da Saúde, Ricardo Barros, com base na sua total falta de condições técnicas e até psicológicas para gerir tão importante pasta. “Ele é um sem noção”, resume. Leia aqui.

Angelo Rigon


9 pitacos em “Médico cearense sugere a interdição de Ricardo Barros

  1. funcionario prefeitura diz:

    ui que horror essa visao.. vou ter pesadelo. duvido que tirem.. aqcordo e acordo., assim e máringa vendem-se secretarias.. a seduc é uma delas….. vendida para Cesu… entgoa aguenta

  2. só o fato de não ser um especialista em saúde, já o desabona para gerir o ministério da saúde, um diretor de hospital e médico, seria a melhor opção.

  3. Do leitor

    Ricardo Barros, o Leitão Vesgo (mama numa teta e já está de olho nas demais) apresenta fortes sintomas de psicopatia, situação admitida até por um ex assessor direto. Ele age com profunda indiferença ao armar esquemas para se beneficiar diretamente e defender os lobbies que representa: da saúde, empreiteiras, etc. Não tente a menor dó em relação às pessoas mais pobres que necessitam da estrutura pública, principalmente na saída. Como o capo RB é ministro da Saúde de Fransktemer (sendo sendo engenheiro civil), faz parte da quadrilha golpista e recheada de condenações judiciais por improbidade administrativa e outros crimes correlatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>