FBP marca manifestação

Fora Temer

Na próxima sexta-feira, às 16h, na praça Raposo Tavares, área central de Maringá, está marcada mais uma manifestação da Frente Brasil Popular contra o que chamam de golpe, pelo Fora Temer e por nenhum direito a menos. Está sendo chamado de Dia Nacional de Mobilização “para derrotar os ataques aos direitos do povo e pôr para fora Temer e todo o governo golpista”.
Diz o texto dos organizadores:


“Com menos de um mês da aplicação do golpe, a conta já chegou aos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. O presidente ilegítimo e golpista, Michel Temer, não esconde o que estava por trás do afastamento ilegal da presidenta Dilma Rousseff: Reforma da previdência, com arrocho nos direitos dos trabalhadores, desvinculação do orçamento da educação e saúde, suspensão de programas sociais como Minha Casa, Minha Vida, Fies, ProUni e Prontec, criminalização e perseguição dos movimentos sociais.
Os escândalos de corrupção envolvendo Aécio Neves, Temer, Eduardo Cunha, Romero Jucá e boa parte do Congresso Nacional, demonstram que os chefes do golpe arquitetaram toda movimentação para barrar as investigações da Lava –Jato, usurpar o poder e aplicar o projeto mais neoliberal da história do Brasil.
Não reconhecemos o governo golpista, Temer não governará. A rua já é o nosso lugar de resistência, as ocupações são os comitês de resistência, e a luta o nosso lema. Não temos nada a Temer.
Por isso, convocamos toda população brasileira, que luta por direitos, para ocupar as ruas e avenidas no dia Nacional de Mobilização, derrotar os ataques aos direitos do povo e pôr para fora Temer e todo o governo golpista, no dia 10 de junho de 2016.
Frente Povo Sem Medo
Frente Brasil Popular

Lista de 24 ações do Governo interino Michel Temer:
1. Ministério da Previdência incorporado ao Ministério da Fazenda
2. Reajuste do salário mínimo de acordo com o interesse do Congresso Nacional sem base em nenhum índice de correção (inflação é o atual)
3. Fim do ajuste da aposentadoria com base no salário mínimo (o aumento poderá ser a critério do governo federal)
4. Aumento no tempo de contribuição e da idade mínima para aposentadoria
5. Aumento de impostos
6. Permitir que as convenções coletivas prevaleçam sobre as normas legais (redução da proteção que o Estado dá atualmente quando houver desrespeito das leis por parte do empregador, retrocesso nos Direitos Trabalhistas)
7. Ministério sem mulheres
8. Fim da Secretaria de Igualdade Racial
9.Fim do Ministério da Cultura e posterior recriação de forma não representativa aos ideais da sociedade
10. Mensalidade paga em cursos de extensão (O Ministro Mendonça filho apoia a cobrança de mensalidades pelas universidades públicas)
11. Revisão do Bolsa Família
12. Fim da Controladoria-Geral da União e criação do Ministério da Transparência (enfraquece a independência no trabalho de combate à corrupção)
13. Reduzir o SUS
14. Saúde sem orçamento mínimo (o orçamento poderá ser a critério do governo federal)
15. Qualidade dos serviços de planos de saúde não será controlada pelo governo
16. Fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário (retrocesso para as conquistas da agricultura familiar e da reforma agrária no país)
17. Revisão da demarcação de terras indígenas (O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra declarou que “terra indigena é invasão de propriedade legitimada pelo Estado”)
18. Privatizações do patrimônio público
19. Fim da Secretaria de Direitos Humanos
20. Repressão aos movimentos sociais
21. José Serra no Ministério das Relações Exteriores
22. Fechamento de embaixadas na África e no Caribe (compromete a diplomacia brasileira)
23. Fim do Ministério de Ciência e Tecnologia
24. Logo do governo federal baseada em mapa da ditadura”.

Angelo Rigon


6 pitacos em “FBP marca manifestação

  1. Acho engraçado o PT começar a desvincular sua sigla do que pretende.
    Sinal que já sabe que perdeu a credibilidade….
    Agora surgirão REDES, Frentes, Uniões….

    Resta devolver o dinheiro desviado, explicar porque fala em direitos dos pobres enquanto protegeu banqueiros e os maiores empreiteiros do país e, por fim, enviar para a CADEIA todos os culpados ( inclusive os chefes )

    Enquanto isso não acontece, a FRENTE BRASIL POPULAR poderia explicar porque não foi ás ruas nos últimos anos para protestar contra 11 MILHÕES de desempregados, contra os BILHÕES enviados para fora do país enquanto faltam leitos, remédios e condições de saúde, contra os desvios de propinas utilizados para reeleger seus ÍDOLOS enquanto o país sofre com um surto de DENGUE….

    Patéticos !

  2. VAMOS TRABALHAR E PARAR COM ESTE NEGÓCIO DE PROTESTOS. NÃO CHEGAREMOS A LUGAR NENHUM. QUEM PAGA PRA ESTE PESSOAL FICAR EM HORÁRIO DE TRABALHO BALANÇANDO O CORETO? PEGA O DINHEIRO QUE VCS GASTAM COM TUDO ISSO E ENTREGUE PARA ALGUÉM NECESSITADO QUE VCS. GANHAM MUITO MAIS. E NÃO ME VENHAM COM CHORUMELAS.

  3. Osmar Xavier Aleixo diz:

    Pergunto, qual cidadão brasileiro que em pleno dia de trabalho irá às ruas para manifestar-se contra o Governo? governo Temer é golpe e governo Dilma é golpe duplo pois foram eleitos todos na mesma chapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>