Fatos que marcaram 2015

Câmara Municipal de Maringá

Uma das maiores decepções na atuação dos vereadores de Maringá, este ano, foi a não instalação de duas importantíssimas comissões, a do Lixo e a Processante. A do Lixo seria para esclarecer coisas cabeludas no setor além de apontar soluções; e a Processante iria apurar denúncia contra o prefeito Carlos Roberto Pupin, que continua com bens indisponíveis por decisão judicial, assim como o ex-prefeito Silvio Barros II e três secretários municipais. (via Lauro Barbosa)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “Fatos que marcaram 2015

  1. Regina zeladora cmm( cidadã maringaense maluca) diz:

    Rigon,refresque minha memória:
    Na última sessão da câmara de Maringá alguns vereadores não defenderam calorosamente a criação do cargo de educador infantil (cuidador infantil)?
    O ilustríssimo vereador Luizinho gari afirmou que o prefeito abriria 500 vagas para esse cargo,por este motivo votaria a favor do prefeito ,ou estou errada?
    Mas vendo o edital para o concurso para 2016 não vejo nenhuma vaga para este cargo,mas sim 7vagas para educador de base,cadê o restantes das vagas?
    O que faz o educador de base?O mesmo que o educador infantil?
    Alguém poderia me explicar.

    https://site.pciconcursos.com.br/arquivo/1341403.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>