Prefeitura de Maringá obedece promotor e não cortará 41 árvores

bosque 2
A história é assim: dia 27 de fevereiro este modesto blog divulgou que a Prefeitura de Maringá requereu ao Instituto Ambiental do Paraná autorização para cortar 41 árvores do Bosque 2, o Bosque dos Pioneiros. O objetivo: beneficiar (mais) um empreendimento do dono da cidade, Ricardo Barros (PP). Na último sexta-feira a 13ª Promotoria de Justiça, através do promotor José Lafaieti Barbosa Tourinho, recomendou ao IAP e à prefeitura que não cortassem as árvores, lembrando que existem leis que proibem a derrubada daquela mata nativa, inclusive uma municipal, que proíbe até mesmo intervenção sob pretexto de interesse público (que dirá particular, do coordenador de campanha do prefeito de plantão). O capítulo mais recente: a Prefeitura de Maringá, num lampejo de bom senso, vai cumprir a recomendação e não cortará as árvores, mas vai tentar esticar ao máximo duplicação da avenida Joaquim Duarte Moleirinho, onde estão sendo investidos R$ 1,6 milhão do meu, do seu, do nosso dinheiro, para beneficiar a escola a filha do capo e os milhares de metros quadrados que ele está vendendo, depois de ter comprado quando não havia a mínima expectativa de a região receber os benefícios que agora está recebendo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

18 pitacos em “Prefeitura de Maringá obedece promotor e não cortará 41 árvores

  1. Viva Jesus! Deus está Presente!

    41 árvores, obrigados promotor, Maringá agradece! E a ecologia sorri, sem parar! Amanhã mesmo vou visitar estás árvores que foram salvo pelo apelo popular e atendido pelo Promotor!

    José Fuji.

    • este pedido da duplicação foi feito pelo bairro através de um abaixo assinado enteque na gestão do Silvio barros só
      quem mora la pode presenciar vários acidentes em virtude do estrangulamento de 200mts sou contra o corte de arvore mas neste caso e justificável

  2. NÃO VOU DEFENDER NINGUEM E SIM O MOTORISTA, CICLISTA, PEDESTRE QUE PASSAM NAQUELE LOCAL, DE MANHA E A TARDE
    FAZEM FILAS DE CARROS, BATIDAS TODOS OS DIAS, O QUE VALE MAIS VIDA HUMANA OU 41 ARVORES NO MEIO DE MILHARES, SR. PROMOTOR PENSE BEM, TRATA-SE DE BEM ESTAR QUALIDADE DE VIDA E SEGURANÇA AS PESSOAS.

    • Não concordo II diz:

      Ainda mais que o SR é maringaense, Sr. Promotor, passe ali das 7;00 às 09:00 e das 17:00 às 19:00 e perca sua paciência com o trânsito engarrafado ali.

      Ah, mas o RB vai ter vantagem…

      Então para ferrar o camarada ferramos os moradores da região também? Eu e outros moradores temos que pagar o preço da vingacinha particular dos desafetos do cara?

      Façam-me o favor, vamos ter mais bom senso…

      Em tempo, não sou CC nem eleitor do PP, nem do RB, nem do PT, só cometi a burrice de mudar pra cá recentemente, e já estou vendo o trânsito de Maringá virar piada:

      http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2014/03/noticia-desestimulo-postura-correta-no.html#comment-form

      Achava que o povo daqui era mais sério.

  3. nereu vidal cezar diz:

    um verdadeiro absurdo que estão cometendo com o sistema viário de maringa, a abertura daquele trecho é muito importante para os moradores da sul, titam-se as arvores e as plantam em outro local, o que não pode acontecer e que nos períodos de pico, manha, meio-dia e l8,00 horas, o motorista demora 40 minutos para percorrer 2.000 metros, da nildo ribeiro até a JK, começo da a. nobrega. è preciso que se encontre uma saída, tirando as arvores daquele local e replando-as em outro local. é necessário também que o sr. prefeito determine o prolongamento da av. Itororó, passando pelas antigas instalações do frig. central (hoje palmali), ligando até a Av. Nildo Ribeiro, para o os moradores da zonal possam ter mais um pouco de mobilidade.

  4. Para quem mora na região, aquele estrangulamento causa um transtorno diário.

    Não sou á favor de derrubada de árvores sem motivo que justifique. Acredito que talvez um plantio de novas mudas em outro lugar para compensar a derrubada, talvez fosse uma solução.

    Ser contra porque o ex-prefeito comprou terreno na região e vai ganhar com isso ? E o direito dos moradores que estão sendo prejudicados ? Quem defende ?

  5. aquilo ali é uma área de preservação ambiental protegida por lei federal, o Ricardo vai ter muitos problemas mexendo ali e ele não quer isso em época eleitoral.
    Mas depois que o “cunvercê” baixar ele vai lá e derruba tudo do dia pra noite como já cansou de fazer na cidade.
    Os pitaqueiros a favor da construção da rua podem ficar susse, já já tá tudo resolvido.

    E QUE DEUS NOS ABENÇOE.

  6. É DESSE JEITO!

    Cada um puxando a brasa para a sua sardinha!

    Não sou nenhum vidente e nem profeta, mas sempre brinco em meus comentários, quando nunca achei que, alguém pudesse colocar a Rodoviária Velha no chão como colocaram! Como mexeu em uma cidade mais bem planejada do país, que é o Sistema Viário Urbano de Maringá. E implantaram os Exageros dos Sistemas Binários em Maringá! E agora ensaiam em Implantar no maior centro comercial do Noroeste do Paraná, a Avenida Brasil!

    Eu sempre ironizava dizendo que está administração ainda vai “lotear” o Parque do Ingá, Bosque dois e o Horto Florestal, e a “ideia está a caminho”.

    Vi leitores acima reclamando de sua avenida que é congestionada,! E os outros moradores, que moram na zona norte, zona sul, Sarandi, Paiçandú! Culpado é o Lula! Que deu a chance de todos ganharem dinheiro e cada cidadão ter dois ou três carros cada um!

    Gente se for atender para facilitar a vida de todos, vamos ter que derrubar todas as arvore, inclusive o “Cedro” da Avenida Gurucaia! O Então Prefeito João Ivo, determinou que, tirasse a rota da avenida para salvar um pé de cedro, onde pude contar para o meu neto mais velho, e mostrar um pé de cedro!

    Agora eu peço, pelo amor de DEUS prefeito, não faça isso, o seu mandato um dia vai terminar, o maximo que pode perdurará é o 4º mandato, depois não sei, só se o ministro….? E o senhor tem casa em todos os lugares do mundo, e nós somos apenas uns modestos maringaenses, que queremos preservar a natureza! Morar em paz, já desmatou demais, você não acha Pupin, você que é também agricultor? Sabe como é que funcionam as coisas! Hoje você vai aos fundos de vales, da vontade de chorar!

    Se tiver gente que discorda porque esta bloqueando as vias onde transitam para chegarem a seus destinos, os outros também convivem com os mesmos problemas.

    Promotor, mais uma vez obrigado por bloqueado a fúria do progresso sem consequências, mais uma devastação dessa administração, que não pensa no futuro!

    José Fuji.

  7. julio Justino dos Santos diz:

    A prefeitura nao ta fazendo aquilo pelo povo ou para o povo e sim para o secretario do Betinho….e ex deputado…
    Quanto nao valorizou os terrenos que ele comprou ali….
    Infelizmente quem governa Maringa é um pau mandado…
    Acorda gente….acorda…

  8. Concordo com o Julio Justino. Ha 20 anos atrás já estava prevista esta avenida , conforme relato de um secretário. Ficaria bom para todos nós sabermos onde comprar lotes a preço de banana e esperar alguns anos e vender a preço de ouro. Sem contar o transtorno que está sendo para o Grupo Escoteiro Verde Canção ali presente. Atende em torno de 100 jovens que tem que se limitar a realizar suas atividades em uma varanda. E quanto aos acidentes, estes só ocorrem porque a cabeça do homem não evolui junto com a potência dos carros de hoje. Falta de consciencia correr num trecho daquele !!!

  9. Não concordo II diz:

    Ainda mais que o SR é maringaense, Sr. Promotor, passe ali das 7;00 às 09:00 e das 17:00 às 19:00 e perca sua paciência com o trânsito engarrafado ali.

    Ah, mas o RB vai ter vantagem…

    Então para ferrar o camarada ferramos os moradores da região também? Eu e outros moradores temos que pagar o preço da vingacinha particular dos desafetos do cara?

    Façam-me o favor, vamos ter mais bom senso…

    Em tempo, não sou CC nem eleitor do PP, nem do RB, nem do PT, só cometi a burrice de mudar pra cá recentemente, e já estou vendo o trânsito de Maringá virar piada:

    http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2014/03/noticia-desestimulo-postura-correta-no.html#comment-form

    Achava que o povo daqui era mais sério.

        • Meu caro, nasci aqui. Maringá é uma cidade linda mas como todo lugar (inclsuive de onde vc veio, que não sei onde é) tem seus problemas. Eu também enfrento este trânsito , inclusiive neste bairro. Mas em vários locais em Maringá está assim. Enroscado. O negócio é ter paciência nestes horários. Agora vc tá chegando agora e quer meter a boca, falar palavrões e insultar dizendo que achava que aqui tinha gente séria ? Por favor ! Se vc mora aqui, agora é cidadão mariangaense. Vista a camisa. Então, se tiver boas idéias serão bem vindas. Os secretários da PMM são super acessíveis. É só marcar um horário e fazer uma reunião. Para questionar, discordar ou dar idéias

          • Não concordo II diz:

            Agora você melhorou muito minha cara, não é mandando os outros de volta de onde vieram, como você e muitos outros maringaenses fazem, que se consegue respeito. Esse tipo de postura só demonstra o provincianismo que reina aqui – e do qual aliás essa mesma turma que muita gente por aqui critica se aproveita muito bem quando diz que aqui é cidade de primeiro mundo, vendendo uma ilusão tanto para quem mora aqui quanto para os de fora.
            E a propósito, também nasci aqui, portanto também tenho direito de criticar.

            E mantenho o que disse: o povo daqui não é sério. Ponto final.

  10. Moro neste bairro a “apenas 46 anos”. Quando criança caçava de estilingue neste bosque 2 e morria de medo de um guarda que andava de bicicleta, especialmente para cuidar do bosque 2, se não me engano era conhecido como Zé Baguá. No jardim Alamar não existia asfalto, e quando chegou o asfalto, o prefeito era o Dr. Said Ferreira (se é coincidência ou não) este morava onde hoje é o Giardino Eventos (Jardim Alamar para quem não sabe, fica nos fundos do Giardino Eventos).Na época foi muito comentado que o asfalto chegou porque é perto da casa do Dr. Said Ferreira. Onde hoje é o Jardim Monções era uma propriedade com plantio de café, e nesta propriedade tinha sim muitas árvores, e onde estão estas árvores hoje? Para construir uma casa, pode-se derrubar árvores?Hora senhor promotor e pessoas que são contra a derrubada destas árvores, se o progresso chegou tem que pagar o preço deste progresso. Maringá não é uma cidade que não para? ou 41 árvores vão parar o progresso da cidade. É lógico que queria continuar vendo estas 41 árvores onde estão, como queria também ver as muitas árvores que tinham na propriedade onde é hoje o Jardim Monções. Agora se o terreno adquirido é de fulano ou ciclano, par mim tanto faz, queria, era eu, ter o dinheiro para poder comprar este terreno também. Só que se fosse eu que tivesse comprado não teria influência politica para trazer o progresso para o bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>