Pupin não cumpre acordo feito com vereadores e futuro secretário


Em abril passado, os quinze vereadores de Maringá assinaram ofício endereçado ao prefeito Carlos Roberto Pupin (PP) discriminando onde queriam ver aplicados os mais de R$ 3 milhões 220 mil do orçamento do Legislativo não utilizados em 2012. As chamadas sobras orçamentárias da Câmara de Maringá há anos, mediante acordo com o chefe do Executivo, vinham sendo aplicadas em obras e serviços indicados pelos vereadores. Como mostra o documento acima, o dinheiro deveria ser aplicado em várias áreas, como saúde (construção de casa de apoio a pacientes do HU e cirurgias) e segurança (coletes, armas e viaturas para a Guarda Municipal), além de recursos para entidades que realizam trabalho de assistência social na cidade. O ano está terminando e nenhum centavo foi aplicado, contrariando o acordo entre vereadores e prefeito. Entre os que assinaram está Ideval de Oliveira, que além da área de segurança solicitou reforma de um centro comunitário em seu bairro; apesar do calote de seu, em breve, “patrão”, Ideval ainda acredita que vão cumprir o que lhe prometeram na Setrans (e em duendes, por certo).
O valor total é praticamente a metade do que Pupin gastou com propaganda em apenas seis meses…

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

3 pitacos em “Pupin não cumpre acordo feito com vereadores e futuro secretário

  1. Senhores autoridades eleitos,

    Não é conversa de anônimo tipo o fanfarrão Rogério Cczinho mequetrefe, é fato, está estampando com documentos acima, Maringá já não suporta mais!

    Alguém tem fazer alguma coisa, elegemos 15 vereadores, 4 deputados Estaduais, 4 deputados federais, o TSE nomeou o prefeito de Maringá.

    E vamos dar um exemplo, morre “UM” cidadãos maringaenses por falta de uma boa aplicação do dinheiro, vai a óbito , “JÁ NÃO JUSTIFICA”, ESSE CIDADÃO QUE BATEU COM A CAÇULETA PODE SER UM ENTE QUERIDO SEU, NÃO É?

    Agora além de não cumprir com os vereadores e secretário, gasta dinheiro em turismo internacional, em propaganda, e que não vi fazendo neste volume de 30 mil por dia, só se está anunciando em radio e televisões de Kakogawa? Porque dizem que em Curitiba eles divulgam, não vi também! Mas dizem!

    Nenhum desses que o povo elegeu se manifesta! Entendo que é o maior descaso já visto em toda história de Maringá! É lamentável!

    Só existe um milagre maringaense a Coligação Maringá de Toda Nossa Gente autorizar e entrar com: “o recurso de embargos de declaração com efeitos infringentes.”

    Por esse e outros motivos que as Mudanças são Imprescindíveis!

    Fuji esse é Federal!

  2. “QUEM NÃO PODE COM MANDINGA NÃO CARREGA PATUÁ.”

    – Não se deve assumir compromissos que não se possa cumprir, só se deve fazer o que estiver ao alcance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>