Câmeras abatidas

Três das 25 câmeras de vigilância pública instaladas nas ruas de Maringá foram vítimas dos maus motoristas.  Elas caíram ao chão depois por causa de acidentes automobiísticos. E olha que não faz um mês que elas foram instaladas. Os condutores envolvidos são acionados por dano ao patrimônio público.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Câmeras abatidas

  1. A prefeitura teria que cobrar o dobro do valor isso sim! Veja se nao estou certo: o cara sai de madrugada, bebe todas, quebra o que você e eu compramos também , sim por que o dinheiro e nosso, e o nosso imposto, e fica o prejuízo para gente de novo??? O Brasileiero so entende quando dói no bolso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>