Postos de saúde sem médicos

Leitor conta que esteve na manhã desta quinta-feira no posto de saúde da Vila Operária e que não foi atendido por médico, pois o que deveria estar disponível está viajando. Somente no próximo dia 3 é que os usuários serão atendidos. “O posto é um dos mais movimentados de Maringá e deve atender centenas de pessoas por dia. Será que o município não tem médico para substituir os médicos faltosos?”, indaga.
Reclamação como esta tem sido comum nas últimas semanas na cidade: os postos simplesmentes não têm médicos e os usuários da saúde pública que se virem.

Angelo Rigon


21 pitacos em “Postos de saúde sem médicos

  1. Alguns postos de saúde estão se negando a entregar medicação se a receita não estiver de acordo com a avaliação do funcionário da farmácia.
    Salve quem puder.

  2. E isso ai cada povo tem o “guverno” que merece. Não votaram no “homi”, agora e mais 4 anos assim. Porem a situação de médicos e caótica mesmo, muitos não querem trabalhar pelo salário oferecido, querem mais, porem não querem aumentar o número de consultas que e de 16. Onde já se viu um médico de PSF, que tem contrato para 8 horas, não cumpre, atende somente 16 consultas dias (quando atende) em 2 horas, o restante não faz nada e ainda vai embora mais cedo, pois ninguem consegue cobrar deles, pois se houver pressão pedem demissão em massa e ai meu amigo e que não vai ter mais mesmo médico para atender. Isto ai e a famosa MÁFIA BRANCA. pois e ela existe.

  3. O Drº Raine vai ser o futuro secretário de saúde e tudo vai dar certo. Pessoa conhecedora de saúde pública; pois foi até vereador. Conhece muito bem os anseios da população.

  4. Vai vendo, eleitor do Pupin…!!!!!!

    Posto Pinheiros, 13 eram os médicos para o atendimento…
    AGORA (que aiiiiiinda é Pupin/Silvio… $ó por enquanto…) SÓ UM médico atendendo e ainda, retornou ANTES do tempo, pois estava de licença por ter feito uma ponte de safena…

    Vai vendo… e sentindo, eleitor do Pupin…!!!!!!!

    Sem contar ainda que, em vários postos as enfermeiras é que “avaliam” os exames pedidos pelos médicos…

  5. Anônimo
    Publicado 22 de novembro de 2012 em 19:08 | Permalink
    Vai vendo, eleitor do Pupin…!!!!!!

    Posto Pinheiros, 13 eram os médicos para o atendimento…
    AGORA (que aiiiiiinda é Pupin/Silvio… $ó por enquanto…) SÓ UM médico atendendo e ainda, retornou ANTES do tempo, pois estava de licença por ter feito uma ponte de safena…

    Vai vendo… e sentindo, eleitor do Pupin…!!!!!!!

    Sem contar ainda que, em vários postos as enfermeiras é que “avaliam” os exames pedidos pelos médicos…

    Responder

    A QUEM INTERESSAR POSSA…!

    NOVEMBRO 22, 2012

    Acreditando na mentira

    Nasrudin resolveu procurar novas técnicas de meditação. Selou seu jumento, foi a Índia, a China, a Mongolia, conversou com todos os grandes mestres, mas nada conseguiu. Escutou falar que havia um sábio no Nepal: viajou até lá, mas quando subia a montanha para encontrá-lo, seu jumento morreu de cansaço. Nasrudin enterrou-o ali mesmo, e chorou de tristeza.
    Alguém passou, e comentou:
    – Você buscava um santo, e este deve ser seu túmulo. Na certa, está lamentando sua morte.
    – Não, é o lugar onde enterrei meu jumento, que morreu de cansaço.
    – Não acredito – disse o recém-chegado. – Ninguém chora por um jumento morto. Isso deve ser um lugar onde os milagres acontecem, e você quer guardá-lo só para si mesmo.
    Por mais que Nasrudin argumentasse, não adiantou. O homem foi até a aldeia vizinha, espalhou a história de um grande mestre que realizava curas em seu túmulo, e logo os peregrinos começaram a chegar.
    Aos poucos, a notícia da descoberta do Sábio do Luto Silencioso se espalhou por todo o Nepal – e multidões acorreram ao lugar. Um homem rico foi até ali, achou que tinha sido recompensado, e mandou construir um imponente monumento onde Nasrudin enterrara “seu mestre”.
    Em vista disto, Nasrudin resolveu deixar as coisas como estavam. Mas aprendeu de uma vez por todas que, quando alguém quer acreditar numa mentira, ninguém lhe convencerá do contrário.

    Postado por LUIS MEIRA às 20:34

  6. Hoje estive na UBS da Vila Esperança na parte da tarde, havia lá uma mãe com uma criança de aproximadamente uns 8 anos aguardando uma ambulania para leva-los a Policlinica Zona Norte porque lá na UBS estava sem médico, mas ela teria que esperar porque a ambulancia estava transportando MACAS, disse-me a mãe que estava lá desde as 14 horas, nossa conversa foi mais ou menos as 15h30. este é o modo Silvio/Pupin de guvernar.

    • FUNCIONARIA DA UBS diz:

      MENTIROS MAL CARATER A CRIANÇA QUE FOI ENCAMINHADA PARA O ZONA NORTE PRECISAVA DE FAZER UM RX E NÃO SO UMA CONSULTA , POIS NA UNIDADE TEM UM PSF ATENDEDO E UMA DE LICENÇA MATERNIDADE ,DOIS CLINICO, UM PEDIATRA UM G.O DOIS DENTISTA DOIS PSICOLOGOS ,UMA EDUCADORA FISICA , UMA NUTRICIONISTA, DUAS FARMACEUTICA (UM LICENÇA MATERNIDADE) UM FISIOTERAPELTA , E DUAS ASSISTENTE SOCIAL.MAU INFORMADO GARANTO QUE ESTEVE NA UNIDADE PARA PEGAR ATESTADO POIS HOJE E SEXTA , VAI TRABALHAR

  7. Estive também no Posto de Saúde ontem com meu filho de 2anos e acredita que não tinha medicação que médica prescreveu(período de transição).Funcionária disse:
    espere que o Pupin vai levar medicação em sua casa. Falei; vou esperar sentada né.

  8. Ontem fui no posto de saúde da Operária, e fui muito bem atendido, depois fui no posto de saúde do Pinheiros e o médico me atendeu imediatamente, com as receitas nas mãos fui até a farmácia do proprio posto de saude e recebi os remédios em casa. Chegando em casa, minha mãe estava passando mal, chamei a ambulância do Samu e em cinco minutos ela estava sendo atendida, foi encaminhada para a UPA e depois internada no Hospital Municipal sem dificuldade. Tem gente que acho tem um azar danado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>