Frio e lepra trouxeram a morte

De acordo com o livro “Jacus e Picaretas – a história de uma colonização”, do historiador Ildeu Manso Vieira, cujos exemplares só se encontram em bibliotecas e sebos, os sutis não eram donos de suas terras. Com a chegada da Companhia de Terras do Norte do Paraná que, em 1944, foi substituída pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, eles foram obrigados a deixá-las.
Segundo o livro, um dos últimos diretores da colonizadora tentou salvá-los mandando-os para uma gleba em Roncador, Oeste do Estado. Mas morreram de infecção pulmonar por causa do frio intenso naquele município. Os que restaram foram dizimados pela lepra. “Sem assistência médica e agasalhos para suportar as baixas temperaturas do planalto dos pinheirais, não resistiram”, afirma Manso.


Vicente de Castro, no livro do professor Lôr, enaltece o pioneiro Benevides Mesquita, agente da companhia, cuja função era promover desocupações: “Meu velho amigo Benevides Mesquita, o impávido que, numa bela montaria, atravessou toda essa floresta tropical, a serviço da companhia, fazia levantamento cadastral dos moradores intrusos das terras, aos quais com transbordante nacionalismo dava conselhos paternais para se afastarem logo após suas colheitas evitando o incômodo dos despejados”.

Angelo Rigon


Um pitaco em “Frio e lepra trouxeram a morte

  1. Muito interessante o texto”eles não eram donos das terras” que habitavam por milê.nios.Pelo que sabemos a companhia negociou as terras da região com o governo do estado em troca da construção de uma ferrovia.
    Os moradores indígenas foram sendo exterminados por novos colonizadores ou expulsos para os locais onde hoje vivem.
    Vejam os nomes indígenas que ficaram:paiçandu,sarandi,iguatemi,ivai,pirapó.mandaguaçu,mandaguari,ivai,
    tibagi,goyo erê,campo mourão,apucaranaetc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>