Telefone sem fio

Nessa antiga brincadeira, os professores organizavam uma fila e pediam para o primeiro da fila cochichar no ouvido do amigo mais próximo uma história; este fazia o mesmo com o seguinte, e assim por diante; o último dizia em voz alta o que entendeu, o resultado era desastroso e engraçado, a história era deformada ao passar de pessoa para pessoa, chegando totalmente diferente no destino final. A brincadeira era utilizada para desenvolver a audição, a concentração, a oralidade e a memória. Hoje, na internet, as redes sociais atuam como o”telefone sem fio”.

Ivana Veraldo

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>