TJ rejeita ação contra ex-secretários

Ação penal contra petistas é julgada improcedente.

Os desembargadores do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, por unanimidade de votos, julgaram improcedente a denúncia contra ex-secretários municipais da gestão do PT maringaense – entre eles o atual deputado estadual Enio Verri (PT). Contra eles foi ajuizada ação penal por acúmulo irregular de salários da prefeitura e da UEM. O relator Idevan Lopes considerou que “a falha se deu na estrutura administrativa da Fundação Universidade Estadual de Maringá” e não no âmbito da administração municipal, à época do prefeito José Cláudio Pereira Neto. A conduta irregular, de acordo com o TJ, residiu na omissão da UEM “em apurar a incompatibilidade de horários e em notificar os denunciados para o exercício do direito de opção”. Acórdão.

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>