Caso publicidade: TJ nega recurso

O Tribunal de Justiça do Paraná manteve a decisão de segunda instância que, em maio do ano passado, condenou o ex-prefeito de Maringá Jairo Gianoto e outras sete pessoas, entre elas integrantes da imprensa local, publicitários e ex-secretários municipais. Os desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ, por unanimidade de votos, não conheceram dos embargos opostos por Editora Central Ltda. e Franklin Vieira da Silva, pela intempestividade e rejeitaram todos os demais recursos – oito, no total -, seguindo o voto do relator Edgard Fernando Barbosa. A sentença prevê o ressarcimento aos cofres públicos de verba publicitária paga irregularmente na gestão de Gianoto, no que se convencionou chamar de mensalinho. Acórdão.

Angelo Rigon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>