Caso publicidade: TJ nega recurso

O Tribunal de Justiça do Paraná manteve a decisão de segunda instância que, em maio do ano passado, condenou o ex-prefeito de Maringá Jairo Gianoto e outras sete pessoas, entre elas integrantes da imprensa local, publicitários e ex-secretários municipais. Os desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ, por unanimidade de votos, não conheceram dos embargos opostos por Editora Central Ltda. e Franklin Vieira da Silva, pela intempestividade e rejeitaram todos os demais recursos – oito, no total -, seguindo o voto do relator Edgard Fernando Barbosa. A sentença prevê o ressarcimento aos cofres públicos de verba publicitária paga irregularmente na gestão de Gianoto, no que se convencionou chamar de mensalinho. Acórdão.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>