Aberta licitação para que entidade operacionalize Restaurante Popular

Refeição deverá custar R$ 3,30, informa edital.

Uma das obras públicas mais atrasadas de Maringá, o Restaurante Popular (cuja placa, obrigatória, foi retirada antes mesmo de ser concluído, o que ainda não aconteceu), não será entregue antes de maio próximo – na melhor das hipóteses. Hoje foi publicado no Diário Oficial da União o aviso de credenciamento (concorrência 3/2010), para credenciar uma entidade sem fins econômicos para a implantação e operacionalização do RP, situado na avenida Lauro Eduardo Werneck, 500. De acordo com o edital, assinado pelo prefeito Silvio Barros II – que recebeu todos os recursos federais paraa obra no final de 2007 -, a entidade vai cuidar do fornecimento de refeições balanceadas e de qualidade com no mínimo 1.300 calorias, ao custo de R$3,30 por refeição. O envelope dos interessados deve ser entregue até as 8h30 do dia 6 de abril; às 8h45 os envelopes serão abertos, na Diretoria de Licitações.

PS – A prefeitura explicou que a refeição custará R$ 1,50 e a diferença de R$ 1,80 será coberta pelo município.

Angelo Rigon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>