Recordar é viver

Em setembro do ano passado, os vereadores aprovaram a transferência de R$ 343.800,00 do Fundo Municipal de Habitação para aplicação nas obras de rebaixamento da linha férrea de Maringá.

Como entender dinheiro público, reservado para construção de casa própria para famílias carentes, acabar numa obra já superfaturada em R$ 34 milhões?

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>