Quando o amor passa por terremotos

De Maria Newnum:

Esse ensaio é para mulheres que não acreditam mais em príncipe encantado. Pasmem! Existe sim! Para comprovar essa teoria cito duas histórias noticiadas pela mídia mundial quando da tragédia ocorrida no início de 2010 no Haiti. A primeira é a do jornalista Frank Thorp que dirigiu seis horas na escuridão caótica pós-terremoto, para resgatar a esposa Jillian, soterrada sob os escombros de uma casa de três andares, havia 10 horas. Chegando ao local, Thorp cavou com as próprias mãos por uma hora. Mesmo contanto com a ajuda dos vizinhos, sua ação foi decisiva para salvá-la. Na íntegra.

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>