A carnavalização da política brasileira

De Rudá Ricci:

– Se a carnavalização é nosso traço cultural, então a festa de fevereiro é o alimento para o cinismo como base das relações sociais e políticas que se reproduzem ao longo do ano. E, por este motivo, não se confunde com as férias formais. É um ritual de iniciação, afirmação da lógica popular e reafirmação da baixa legitimação de nossas instituições. Na íntegra.

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>