As obras do Novo Centro, uma história

Lendo a reportagem de Hélio Strassacapa sobre o superfaturamento das obras do Novo Centro de Maringá, me lembrei de uma passagem envolvendo o ex-prefeito José Cláudio Pereira Neto (PT). Fiquei sabendo, por volta de 2001, primeiro ano de seu curto governo, que ele não aguentava mais, quase fugia do então deputado José Borba (à época, do PMDB e líder da bancada paranaese) lhe propondo trazer de Brasília uma verba de R$ 17 milhões para continuar as obras, dinheiro que viria do Ministério dos Transportes – cota do PMDB. Era coisa de fazer brilhar os olhos de petista querendo mostrar serviço, mas Borba, atual prefeito de Jandaia do Sul e ex-parlamentar do mensalão, estaria exigindo um pedágio de fazer corar Jaime Lerner. Era essa segunda parte da história que fazia José Cláudio empurrar com a barriga o “sim”; devia ser uma espécie de peso na consciência.
Num debate na TV Cidade, ainda na avenida Humaitá, cheguei a perguntar ao prefeito, em pleno embate de consciência, se ele denunciaria uma eventual tentativa de pedágio na hora de trazer recursos federais. Ele deu uma engolida em seco, e a muito custo disse que denunciaria. Mas ele acabou cedendo. O PT, então, nem se fala.

Angelo Rigon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>