Prefeitura teria pago a mais em licitação de pneus

A empresa Rafael Dias da Silva ME pediu abertura de representação no Tribunal de Contas do Paraná, noticiando suposta irregularidade em licitação realizada pela Prefeitura de Maringá, que teria pago mais caro na aquisição de pneus destinados às secretarias de Serviços Públicos e de Administração e para o Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). A referência é o pregão 354/2009 (registro de preços), realizado no final do ano passado, que tinha como valor máximo global a ser pago R$ 234.780,00. A prefeitura desclassificou a empresa, de Cerqueira Cesar (SP), reprovando as amostas de seu produto. Na reclamação ao TCE, a empresa alega que seu produto preenche todos os requisitos do edital, que não teve acesso a qualquer laudo técnico quanto à eventual insuficiência do mesmo e que a administração adjudicou o objeto para outros proponentes que ofertaram preços maiores que o seu, “fato que configuraria ofensa ao alcance da proposta mais vantajosa”. O prefeito Silvio Barros foi notificado para se manifestar sobre a denúncia pelo conselheiro Caio Marcio Nogueira Soares.
O pregão foi vencido pela Caiado Pneus (Maringá), Distribuidora Veicular (São Paulo, SP) e Modelo Pneus (Bento Gonçalves, RS).

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>