Bagos de boi

Continuo a minha empreitada “lembrando as iguarias de boteco que desapareceram”. Hoje, reservo um espaço para os excêntricos bagos de boi (testículos). Em Maringá, havia um bar que servia esse tiragosto, o Rei da Batida. Eram feitos à dorê, à milanesa, ou ao alho e óleo. Uma verdadeira extravagância! Os bagos desafiavam o estômago dos melhores botequeiros. Quem provou que se manifeste!

Ivana Veraldo

Angelo Rigon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>