O perigo que nos ronda

O ex-blog de Cesar Maia destaca que o governo chavista de Daniel Ortega comprou com dinheiro venezuelano o Canal 8, que denunciou seus negócios.

1. O diretor, editor e âncora do programa de análise política e jornalismo de investigação, Carlos Fernando Chamorro, que incomodava Ortega com críticas e denúncias de negócios escusos, levou Ortega a comprar o Canal 8 de TV de Manágua. A compra foi secreta, com a utilização pelo presidente Ortega de uma parte do “fundo de cooperação venezuelana” – que alcança um valor de 450 milhões de dólares e de uso discricionário por parte de Ortega. O valor da transação se estima em 5% daquele fundo.
2. (El País, 30) A compra do canal disparou o alerta entre jornalistas e organizações civis, que acusam essa transação de um novo passo no controle dos meios de comunicação do país, objetivo da poderosa esposa do presidente, Rosario Murillo, responsável pelo sistema de comunicação do governo.
3. Desta forma Ortega procura silenciar uma das vozes mais críticas ao governo: Carlos Fernando Chamorro, filho do jornalista Pedro Joaquin Chamorro, assassinado pela ditadura de Somoza, e da ex-presidenta Violeta Chamorro que derrotou Ortega nas eleições de 1990.

Angelo Rigon


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>