Acidentes diminuem na área da Viapar

Em 2009, ocorreram 40 atropelamentos ao longo do trecho de 546 quilômetros administrado pela concessionária Viapar; o número é 37% menor se comparado aos 64 registros de 2008. Naquele ano foram 32 vítimas leves, 21 graves e 21 óbitos e, em 2009, caíram respectivamente para 11, 14 e 15.

“Atropelamentos acontecem com maior frequência nas entradas de cidades e proximidade de trevos e até mesmo passarelas. A maioria envolvendo andarilhos”, observa o coordenador do Centro de Controle de Operações (CCO) da empresa, Ronaldo Parpinelli. Como em janeiro último só houve um acidente do gênero, ele acredita que a redução continuará em 2010. Segundo Parpinelli, 80% dos casos acontecem à noite.
A redução se deve, de acordo com o coordenador, ao fato de a Viapar manter nove unidades de inspeção de tráfego que percorrem os trechos durante as 24 horas do dia. Cada uma delas percorre mais de 850 quilômetros por dia e não fica mais de duas horas sem passar pelo mesmo trecho. Assim, quando um andarilho é avistado, a Polícia Rodoviária é comunicada para que o mesmo seja encaminhado a um albergue na cidade mais próxima.

Angelo Rigon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>