Conheça as redes sociais mais famosas e quem as utiliza

As principais redes sociais do mercado

Desde o surgimento e estabelecimento da internet, as redes sociais estão presentes no nosso dia a dia. Seja na forma de um simples mensageiro, seja através de uma plataforma gigantesca, essas mídias conquistaram boa parte da população mundial. Hoje, as principais redes sociais dominam boa parte do tráfego da internet, com destaque especial para o Facebook, que virou quase sinônimo para a categoria.

Para ajudar aqueles que andam meio perdido nesse universo, viemos trazer uma matéria instrutiva. Vamos apresentar as principais redes sociais do momento e explicar qual é o tipo de usuário que a frequenta. Vale ressaltar que vamos dar um foco mais para as principais redes sociais do Brasil. Por isso, não espere ver nomes estranhos de serviços que só funcionam na Ásia, Rússia, Europa ou até nos Estados Unidos.

Vamos conhecer as principais redes sociais aqui no Brasil e entender qual é o público de cada uma delas. Depois disso, você provavelmente vai descobrir que não está usando corretamente uma dessas mídias ou que poderia aproveitar outra ferramenta com mais qualidade. Se você achar o conteúdo desse artigo útil, não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares!

Facebook, a maior de todas

Página mostrando o Faceboo, uma das principais redes sociais

O Facebook praticamente dispensa apresentações. A maior rede social do mundo domina o mercado com funcionalidades que foram sendo agregadas aos poucos. Hoje, a plataforma é praticamente um canivete suíço, com uma grande quantidade de funções agregadas para atender diferentes públicos. Mas engana-se quem pensa que o Facebook serve apenas para compartilhar fotos e curtir postagens de seus amigos.

Há aqueles que enxergam em uma das principais redes sociais uma verdade mina de ouro. Alguns hospedam serviços inteiros e modelam o modelo de negócios considerando totalmente as funcionalidades do Facebook. Portanto, a rede social pode ser enxergada como uma excelente aliada para quem está querendo aprimorar seu negócio e expandir vendas, alcançar novas marcas e conquistar clientes.

No fim das contas, o Facebook é para todos. Diferente das outras redes sociais da lista, ele é o mais democrático e que oferece a menor barreira de acesso. Além de fazer amigos e negócios, os usuários também buscam contatos profissionais e formas de usar o Facebook do modo mais criativo possível. Com a recente adoção dos vídeos ao vivo, cada vez mais pessoas estão migrando para essa rede social.

Instagram, uma das principais redes sociais de fotos

Instagram rodando no smartphone

Embora seja pertencente ao Facebook, o Instagram tem um foco direcionado para as fotos. O principal “produto” compartilhado pelos usuários são imagens registradas por suas câmeras. Assim, fica claro que o público dessa rede social são artistas e seus fãs, além de pessoas que dependem exclusivamente da imagem de alguma coisa, como belos produtos ou artes produzidas.

O Instagram também ajudou a cunhar a carreira de pessoas que vivem a partir de suas imagens na internet. Com milhões de seguidores, esses usuários populares são procurados por grandes marcas para postar fotos usando determinado produto ou marca. Assim, alimenta-se o ciclo e cada vez mais pessoas ficam interessadas em fazer o perfil no Instagram bombar.

Recentemente, o Instagram tem incorporado novas funções. O objetivo é tentar fazer com que uma das principais redes sociais seja mais vendável, apresentando mais recursos para seus usuários. A possibilidade de transmitir vídeos ao vivo, uma novidade que chegou a pouco tempo, vai ajudar aqueles que querem usar a popularidade para alavancar marcas e produtos. Não espere ver pessoas de idade usando o Instagram. Estamos falando de uma rede social voltada para os jovens e fortemente alimentada pela cultura da internet, fotos e vídeos.

Snapchat, vídeos curtos e autodestrutíveis

Snapchat rorando em um smartphone

O Snapchat chegou para atender uma parcela bem específica da população: aqueles que vivem colados com o smartphone. Com o crescente aumento desse público, está explicada a popularidade dessa rede social. Ao usar o app desse serviço, os usuários criam pequenos vídeos – de 10 segundos ou menos – fazendo qualquer tipo de coisa. Alguns contam piada, outros compartilham um momento emocionante e alguns até divulgam marcas e patrocínios.

Da mesma forma que o Instagram, o foco aqui é a imagem, nesse caso o vídeo. Mas há um diferencial importante. Tudo que é registrado pelo app do Snapchat tem prazo de validade, permanecendo no ar por apenas 24 horas. Essa característica ajuda a renovar o conteúdo que é postado pelos usuários, garantindo que tudo que rolar lá seja novo e autêntico.

Assim como o Instagram, o Snapchat é voltado para o público jovem. Porém, os usuários aqui são ainda mais novos. Essa faixa etária tente a gostar bastante de conteúdo efêmero, de curta duração e que traga bem pouca informação para os expectadores. O foco total é o entretenimento.

Twitter, o microblog de 140 caracteres

Rede social Twitter rodando na web.

O microblog já foi maior do que é hoje, mas ainda sim tem sua parcela de importância como uma das principais redes sociais. Nessa plataforma, os usuários seguem uns aos outros e compartilham mensagens (os tweets) com seus seguidores. Uma característica importante desses textos é a limitação: apenas 140 caracteres por mensagem postada.

Por conta de sua agilidade, o Twitter é usado por várias pessoas para divulgar informações rápidas. Empresas e celebridades usam a rede social para compartilhar dados relevantes, bem como interagir com outros usuários. Por fazer parte da velha guarda das principais redes sociais, o Twitter tem como público principal os adultos que querem estar ligados em determinada pessoa ou marca. É raro encontrar jovens, adolescentes e crianças que estejam engajadas em utilizar o microblog para compartilhar seu dia a dia e outras informações.

YouTube, a plataforma de vídeo predileta

YouTube rodando no smartphone e tablet

O YouTube sem dúvidas é o lugar para compartilhar vídeos. Todos os dias, milhões de horas são enviadas para os servidores dessa rede social, que disponibiliza um conteúdo dinâmico para seus usuários. O engajamento dos usuários é bem intenso, já que a todo momento os vídeos convidam os expectadores a interagirem. A onda de youtubers, profissionais que fizeram fama na rede social, é outra prova da relevância do YouTube.

Hoje, os youtubers são considerados fortes influenciadores digitais. Eles carregam junto de si uma massa de pessoas que vai ouvir e respeitar suas opiniões. É por isso que diversas marcas e produtos procuram essas personalidades para ajudar na divulgação e marketing. Porém, há um outro submundo do YouTube que conquista não somente os jovens.

Por ser uma plataforma de vídeos, é natural encontrar produções que atendam todas as parcelas de público. É por isso que, exatamente como o Facebook, o YouTube é bastante eclético quando o assunto são seus usuários. Temos crianças de 6 a 12 anos assistindo a vídeos de jogos, games e vlogers. Adolescentes também curtem jogos, mas procuram se inspirar ainda mais nos youtubers. Adultos procuram vídeos mais densos, mas também não deixam de lado o entretenimento. Já aqueles mais velhos, geralmente a partir de 40 anos, usam o YouTube como uma plataforma para consumir um conteúdo diferenciado, como tutoriais e dicas para tarefas tecnológicas demais para eles.

LinkedIn, uma das principais redes sociais profissionais

LinkedIn rodando em um notebook

O LinkedIn é a rede social para quem procura contatos profissionais. Entre todas as principais redes sociais, essa é a de menor expressão, mas que merece destaque por conta de sua percepção para o mercado. Embora não seja tão popular quando o Facebook e o YouTube, essa plataforma tem muita relevância no setor corporativo.

Diversas empresas fecham negócios e realizam contratações bom base no LinkedIn. É por isso que o local é frequentado por usuários que estão aprimorando a carreira ou apostando na rede social para construir uma rede confiável de contatos e parceiros. Se você se preocupa com seu futuro profissional, deveria criar o seu perfil lá no LinkedIn agora mesmo.

Leave a comment: