Conheça 8 curiosidades sobre criptomoedas

Apesar de ser um assunto em pauta, existem muitas curiosidades sobre criptomoedas a serem descobertas. Confira algumas delas.

As criptomoedas estão se tornando cada vez mais conhecidas, isso atrai investidores para o universo online e faz com que surjam plataformas de investimentos.

Enquanto alguns estão apenas buscando por lucros, outros querem saber mais sobre o assunto que ganhou destaque repentinamente.

Se pensa que sabe tudo sobre as moedas virtuais, veja algumas curiosidades sobre criptomoedas e veja que ainda tem bastante o que descobrir.

Foto: Opcoesbinariasguru.com

  1. O criador do Bitcoin

A moeda virtual mais conhecida em todo o mundo e que possui a maior valorização é o Bitcoin. Uma das curiosidades sobre as criptomoedas desse gênero é que ninguém conhece o seu criador.

A única coisa que se sabe é que o desenvolvedor seria Satoshi Nakamoto, porém, não se tem conhecimento se esse é um nome verdadeiro ou apena fictício. Já se cogitou a hipótese de Elon Musk, o CEO da Tesla ser o seu inventor, porém, ele desmentiu esse fato.

  1. O primeiro caixa de Bitcoins

Os Bitcoins já saíram do mundo virtual e são utilizados para realizar transações no mundo real. Tanto que a primeira delas ocorreu em 2010 e foi pago o valor de 10 mil Bitcoins por duas pizzas, hoje isso equivale a 52 milhões de dólares.

Para conseguir trocar o dinheiro real por virtual ou vice-versa, já existem caixas eletrônicos que permitem a transação. O primeiro deles foi instado em 2013, em Vancouver, no Canadá. Atualmente existem diversos equipamentos desses espalhados pelo mundo, inclusive no Brasil.

  1. Bancos estão incomodados com as criptomoedas

Pode parecer que não existe relação entre as coisas, mas a verdade é que os bancos não estão gostando nem um pouco desses investimentos virtuais.

Estima-se que atualmente existem cerca de 400 bilhões de dólares nesses ativos, valor que antes era aplicado em investimentos em instituições financeiras tradicionais.

  1. São seguras e não rastreáveis

A tecnologia utilizada na criptomoedas é tão segura que tem sido aplicada em outros itens para melhorar a sua segurança.

Elas também não podem ser rastreadas, e isso daria um certo sigilo a quem está pagando com ela. Por outro lado, facilita para que ocorram transações ilegais, como estelionato e sonegação, já que não se sabe quem são os seus reais possuidores.

  1. Algumas são bizarras

Existem centenas de criptomoedas e constantemente surgem novas. Algumas aparecem com nomes e propostas bastante estranhas.

A BananaCoin tem seu preço atrelado ao quilo da banana para exportação. A TrumpCoin é baseada no presidente dos Estados Unidos e para conseguir ganha-la é preciso apoiar e concordar com o presidente divulgando essa visão.

Há ainda a PutinCoin em homenagem a Vladmir Putin e DogeCoin que surgiu de um meme de um cachorro.

Mas vale ressaltar que há outras plataformas bem conhecidas no mercado, como a Bitcoin, Binomo, por exemplo, então não ache que todas podem virar piada.

  1. Computadores são hackeados para minerar

Para conseguir ganhar Bitcoins é preciso ter um poder de alto processamento de dados, o que um computador particular não conseguiria sozinho. Porém, quando se tem um monte de computadores em uma rede controlada isso pode mudar.

Por conta disso, hackers criam malwares para que os computadores possam ser usados para essa finalidades tendo o seu poder de processamento “roubado”.

  1. Algumas moedas possuem limites

As moedas virtuais são geradas por mineração, porém, não significa que são ilimitadas. O Bitcoin, por exemplo, possui um limite de 21 milhões. Estima-se que esse número seja atingido no ano de 2140.

  1. Há montadoras que aceitam pagamento por criptomoedas

Comprar um carro pagando em criptomoedas pode parecer uma coisa estranha, mas é uma realidade. A Lamborghini foi a primeira a adotar esse método de pagamento. Porém, existem muitos outros comércios que adotaram as moedas virtuais.

Essas são algumas das curiosidades sobre criptomoedas, porém, existem muitas outras que você pode ficar sabendo acompanhando mais sobre esse universo.

Fonte: Opcoesbinariasguru.com, Techtudo

Compartilhe