Como chegam as seleções e como estão as apostas em Sportingbet na Copa América 2019

Dia 14 de junho. Esta é a data de estreia de Brasil x Bolívia, pela primeira rodada do grupo A da Copa América 2019. O confronto no estádio do Morumbi é o primeiro da competição sul-americana deste ano, que será realizada no Brasil e contará com a participação das 10 principais seleções do continente, mais duas convidadas. Como anfitrião, a Seleção Brasileira abre a competição que terá mais 23 partidas a serem disputadas até a grande final, marcada para o dia 7 de julho, no Maracanã.

Além do Brasil, Bolívia, Peru e Venezuela compõem o grupo A. Na chave B, a Argentina encara a Colômbia, Paraguai e o Catar. Os Hermanos fazem clássico na primeira rodada contra os colombianos na Fonte Nova enquanto os asiáticos encaram os paraguaios no Maracanã. Os dois jogos serão no dia 15.

Pelo grupo C, o Chile inicia a defesa do título diante do Uruguai, Japão e Equador. Na primeira rodada, os uruguaios encaram os equatorianos no Mineirão e os nipônicos desafiam os atuais campeões no Maracanã. As duas partidas serão no dia 16.

Nesta primeira fase, as seleções se enfrentam entre si, dentro do grupo. Os dois melhores colocados de cada chave avançam para as quartas de final junto com os dois melhores terceiros colocados da competição. A partir das quartas de final, jogos eliminatórios até chegar na grande decisão.

Além de enfrentar a Bolívia, dia 14 de junho, no Morumbi, a Seleção encara a Venezuela na Arena Fonte Nova, dia 18, em Salvador e o Peru, dia 22, em partida que será disputada na Arena Corinthians.

Será que o Brasil vai se classificar em primeiro do seu grupo? E a Argentina? Os hermanos são sempre fortes candidatos, apesar de que o próprio craque Messi apontar que nesta edição a sua seleção não é favorita.

A missão brasileira

LEIA TAMBÉM  Como Escolher a Melhor Slot Para o Seu Estilo de Jogo

A Copa América 2019 está sendo considerada um divisor de águas para a Seleção Brasileira. Depois dos fiascos das últimas Copas Américas, o 7 a 1 da Alemanha em 2014 e a eliminação precoce para a Bélgica na Copa 2018, o time brasileiro tem a obrigação de vencer o torneio sul-americano para amenizar as duras críticas sofridas após os maus resultados.

Esta será a segunda competição oficial do técnico Tite frente à Seleção. A CBF já confirmou a continuidade do trabalho do treinador mesmo sem título da Copa América. Mesmo assim, a pressão por título existe e a torcida não deve “perdoar” mais um fracasso da equipe de Tite.

Para chegar ao título, o treinador optou em manter a base das suas últimas convocações com jogadores mais experientes como Thiago Silva, Miranda e Daniel Alves e jovens promessas como Everton Cebolinha, David Neres e Richarlison. Com o corte de Neymar no último minuto após uma lesão no tornozelo, Phillipe Coutinho se torna a grande estrela do grupo e responsável pela criação do time durante a Copa América.

Os adversários

A Copa América 2019 não será fácil para o Brasil. Os maiores rivais da Seleção contam com os seus principais jogadores para a disputa. A Argentina, por exemplo, vem reforçada com Lionel Messi, que volta a disputar uma competição oficial pelo time sul-americano. Além do craque do Barça, a equipe hermana conta com o jovem Dybala, o atacante Aguero e o meia Di Maria.

O Uruguai tem como destaque as duplas de ataque e defesa. Os atacantes Suárez, do Barcelona e Cavani, do PSG, são as grandes estrelas do elenco Celeste que também conta com os defensores Godín e Giménez, dupla do Atlético de Madri, e o meia Arrascaeta, do Flamengo.

Já o Chile manteve a base campeã das últimas edições da Copa América com destaque para o volante Arturo Vidal, do Barcelona e o atacante Alexis Sanchez, do Manchester United. A equipe é comandada pelo experiente Reinaldo Rueda, que treinou o Flamengo no ano de 2018.

LEIA TAMBÉM  5 problemas de casais e como solucioná-los

Brasil é favorito; Chile é apenas o quinto

A Copa América vai começar e com ela também inicia a busca pelas melhores apostas. Os sites de apostas já começaram a aquecer a disputa da competição. Os palpites estão abertos! Por enquanto, o Brasil é o grande favorito para conquistar o torneio com probabilidades de 2,25 das apostas esportivas. A Argentina, de Messi, continua como uma das favoritas e aparece em segundo com 4.00 dos palpites até aqui.

A grande surpresa é a quinta colocação do Chile com ODDs de apenas 11.0 das apostas. O atual bicampeão da América não está sendo levado à sério pelos apostadores. O Uruguai aparece como terceiro favorito com 6.50 dos palpites. A Colômbia é a quarta com 10.0. O grande azarão é o Catar com 65.0 dos palpites.

Compartilhe