Bolas de pelo, como tratar e curar o problema do seu gatinho

21/05/2019

Todo o gato é asseado e limpo, e eles passam muito do seu tempo tratando da sua pelagem para a manter limpa e saudável. E fazem-no lambendo-se. É por isso natural encontrar pelos nas suas fezes, ou ate mesmo quando as expelem pela boca.

Contudo, as vezes a quantidade de pelo que é ingerido desta forma é demasiado elevada e pode ser problemática. Irritações no trato digestivo, em particular no estomago, são os problemas mais comuns que podem ocorrer. As razoes pode detrás desta anomalia prendem-se com problemas de pele no gatinho e nomeadamente a nível do equilíbrio da muda da pelagem.

Uma das razões para esses desequilíbrios é a má nutrição do gatinho. Ajustes na dieta do gatinho podem ter consequências muito positivas na taxa de muda da pelagem e por consequente na diminuição da formação de bolas de pelo. Se verificar que o seu gatinho gera muitas bolas de pelo, experimente mudar a sua ração ou a sua dieta para ver se há melhorias.

Outros motivos para um aumento da muda são demasiado estresse no animal ou alergias. Pense se recentemente mudou alguma coisa por casa, adicionou algo de novo ou criou uma nova rotina. Essas alterações poderão estar a induzir estresse no animal, ou terem introduzido um agente alergénico que poderá estar a criar alegrias no seu gatinho que poderão induzir um excesso de queda de pelo. Outros problemas de saúde poderão também ser motivo para um aumento da muda da pelagem. Se notar outros sintomas estranhos no seu gatinho, dirija-se ao veterinário para uma análise mais profissional do seu pet.

Um outro motivo para maior formação de bolas de pelo é o excesso de limpeza do gatinho. Todo o gatinho gosta de se cuidar e limpar, mas existem limites para aquilo que podemos chamar de saudável. Se o seu pet está constantemente a limpar-se, é provável que forme muitas bolas de pelo. É também sinal de que há outros problemas instalados, como por exemplo estresse, existência de parasitas ou intolerância a algum alimento. Solucionar estas questões (algumas em comum com o ponto anterior) poderá ajudar a reduzir o número de bolas de pelo no gatinho e a melhorar a sua saúde no geral.

O tipo de pelagem do seu gatinho também poderá ser um fator problemático na equação. Se o gatinho tiver um pelo longo, este mais facilmente formará bolas de pelo. Isto é particularmente agravado durante a fase de muda nos meses quentes, pois há mais pelo se largando e ficando disponível para formar bolas de pelo.

Atenção aos outros pontos deverá ser reforçada, especialmente no que diz respeito à dieta, para tentar reduzir o possível a muda. Nessa vertente, existem alimentos ricos em fibras disponíveis para o efeito. Estes alimentos ajudam a eliminar mais rapidamente as fezes e o pelo com elas. Como ajuda, poderão escovar o gatinho regularmente a fim de que este não sinta tanta necessidade de se limpar, ou, mesmo que o faça, acabe ingerindo menos pelos, pois estes já foram eliminados na escovagem.