Devemos beber refrigerantes diet para ter uma vida mais saudável?

Bebidas diet e o açúcar como vilão.

Pare tudo o que você está fazendo e prepare-se para quebrar alguns mitos. De acordo com pesquisadores da Imperial College, os refrigerantes “sem açúcar” (ou bebidas diet em geral) não são tão saudáveis assim.

Essa opção, na verdade, não ajuda muito no controle do peso e pode ainda atrapalhar quem está querendo emagrecer. A conclusão vem a partir de estudos realizados há mais de 30 anos. Segundo essas pesquisas, não há evidências sólidas de que bebidas diet contribuam para a manutenção do peso.

Embora bebidas diet que sejam artificialmente adocicadas realmente possuam menos calorias, cientistas dizem que essa percepção doce acaba ativando receptores no cérebro que deixam a pessoa com mais fome. O resultado não poderia ser outro. As pessoas que ingerem bebidas diet acabam consumindo mais calorias do que aquelas que optam por refrigerantes normais.

Bebidas diet: o grande vilão

Bebidas diet e o açúcar como vilão.

“A percepção comum, o que foi influenciado pelo marketing da indústria, é que que o fato de as bebidas diet não possuírem açúcar, elas são muito mais saudáveis e ajudam na perda de peso quando usadas para substituir as versões açucaradas”, desse o professor Christopher Millet, investigador da Imperial College.

“Entretanto, nós não descobrimos sólidas evidências que apoiem isso. Longe de resolver o problema global de obesidade, as bebidas diet podem estar contribuindo para o agravamento da situação e não deveriam ser promovidas como alternativas saudáveis”.

A situação fica ainda mais complexa com a descoberta a seguir. De acordo com os autores desse estudo, as pesquisas sobre a utilidade de bebidas diet devem ser imediatamente canceladas. Por quê? Porque foram as próprias empresas dessa indústria que as encomendaram.

Bebidas diet: não tão más assim

Bebidas diet e o açúcar como vilão.

Porém, há uma luz diferente a respeito desse tema. De acordo com uma associação britânica de bebidas diet, esse tipo de produto realmente contribui para a manutenção de uma dieta de baixa caloria.

Segundo Gavin Partington, diretor dessa associação, “em um período em que tentamos encorajar as pessoas a reduzir a quantidade geral de consumo de calorias, é extremamente prejudicial que bebidas diet seja atacadas sem claras evidências”.

Partington ainda lembra outro mérito dessa indústria. No Reino Unido, a setor de bebidas diet foi o único a conseguir reduzir consideravelmente e ano a ano a quantidade de açúcar em seus produtos. Segundo o diretor da associação, diminui-se cerca de 17% desde 2012 todos os anos.

O risco do açúcar

Bebidas diet e o açúcar como vilão.

Para quem não está entendendo esse drama, a professora Susan Jebb explica a preocupação. Consultora do governo quando o assunto é obesidade, ela alerta que o açúcar é um fator de risco para o sobrepeso, diabetes do tipo 2 e decaimento dos dentes. Além de muitos outros males.

Segundo a professora, a adoção de bebidas diet é um passo na direção correta. Porém, ela alerta: “para pessoas que querem controlar o peso, a água é a melhor aliada”. E isso é verdade não apenas considerando o ponto de vista da saúde.

Quando o assunto é sustentabilidade e economia, o uso da água é a melhor alternativa para todos. Portanto, embora a polêmica sobre bebidas diet ainda não tenha sido encerrado, de uma coisa temos certeza. O consumo de água é a melhor alternativa para qualquer um. Não importa se você esteja querendo perder peso ou está apenas querendo eliminar o açúcar da sua vida. E você, já bebeu água hoje?

Compartilhe