As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

Todo o ano a Forbes lista as pessoas mais ricas do mundo. Trata-se uma seleção invejável de bilionários que simplesmente possuem mais dinheiro do que a maioria da população mundial. Dentro dessa lista, frequentemente aparece um brasileiro, como o empresário Jorge Paulo Lemann e Eduardo Saverin, um dos cofundadores do Facebook.

Porém, outra lista bastante curiosa que a Forbes disponibiliza com frequência é a das famílias mais ricas do nosso país. A última lista divulgada é de 2014, mas vamos dar uma atualizada para você ficar por dentro de quem está “por cima da carne seca” aqui no Brasil. Lembrando que essas também são consideradas as famílias mais poderosas por aqui. Afinal, dinheiro é poder.

 

  1. Família Marinho

Dona do Grupo Globo (anteriormente conhecido como Organizações Globo), a família Marinho está no topo disparado das famílias mais poderosas do Brasil. Isso porque os três irmãos Roberto Irineu Marinho, João Roberto Marinho e José Roberto Marinho acumulam uma fortuna de US$ 28,9 bilhões (equivalente a R$ 94 bilhões) provenientes do mercado midiático. Vai dizer que com toda essa grana não é possível dominar o segmento de televisão aberta aqui no país?

  • Fortuna: US$ 28,9 bilhões (R$ 91 bilhões)
  • Origem: Grupo Globo

O Grupo Globo praticamente dispensa apresentações, mas vamos aos detalhes: a principal empresa do conglomerado é nada menos do que a Rede Globo de Televisão, a segunda maior do mundo, atrás apenas da ABC (Estados Unidos). Outras marcas debaixo do guarda-chuva são: Canal Futura, Globosat (TV por assinatura com grandes canais, como Telecine, Megapix e SporTV).

1-familia-marinho

 

  1. Família Safra

Muito conhecidos por causa do banco que leva o seu nome, a família Safra é considerada a segunda mais poderosa em nosso país. Os dois irmãos, Joseph Safra e Moise Safra (além da cunhada Lily Safra), possuem juntos nada menos que US$ 20,1 bilhões, ou R$ 63 bilhões. Quantos bancos seriam possíveis fundar com toda essa grana?

  • Fortuna: US$ 20,1 bilhões (R$ 63,3 bilhões)
  • Origem: Banco Safra

Embora a família figure na segunda posição, o Banco Safra é considerado apenas a nona maior instituição financeira do país (considerando o total de ativos). Porém, isso não significa pouca coisa. Em 2013, o faturamento da empresa ultrapassou a marca de R$ 11 bilhões, com lucro de R$ 1,36 bilhão. Joseph Safra ainda hoje é considerado o segundo homem mais ricos do país.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Ermírio de Moraes

Embora não seja tão conhecida pelo sobrenome, a família Ermírio de Moraes é fundadora de nada menos do que o Grupo Votorantim e dona de um patrimônio de US$ 15,4 bilhões (aproximadamente R$ 48 bilhões). Dentro dessa família há seis integrantes: Antônio Ermírio de Moraes, Ermírio Pereira de Moraes, Maria Helena Moraes Scripilliti, José Roberto Ermírio de Moraes, Jose Ermírio de Moraes Neto e Neide Helena de Moraes. Todos felizardos e cheios da grana.

  • Fortuna: US$ 15,4 bilhões (R$ 48,5 bilhões)
  • Origem: Grupo Votorantim

Hoje, o Grupo Votorantim atua em três segmentos: industrial, financeiro e novos negócios. Debaixo do guarda-chuva temos grandes nomes, como Fibria, Engemix, Banco Votorantim, Votorantim Energia e Votorantim Siderurgia. Juntas, todas essas empresas obtiveram um faturamento de R$ 26,2 bilhões em 2013. O Grupo trabalha com os seguintes produtos: cimentos, alumínio, celulose, eletricidade, metais, siderurgia, além de ativos financeiros.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Moreira Salles

A família formada pelos irmãos Fernando Roberto Moreira Salles, Pedro Moreira Salles, João Moreira Salles e Walther Moreira Salles Junior fez fortuna no setor bancário por causa do Unibanco. Os três possuem nada menos do que o montante combinado de US$ 12,4 bilhões (R$ 39 bilhões).

  • Fortuna: US$ 12,4 bilhões (R$ 39 bilhões)
  • Origem: Banco Unibanco

Mas espera aí: o Unibanco não foi vendido para o Itaú? Não. Na verdade, o que aconteceu em 2008 foi uma fusão entre os dois bancos, o que acabou resultando na maior holding financeira do hemisfério sul e uma das vinte maiores do mundo. É verdade que o Unibanco foi a parte “apagada” dessa história, mas os irmãos não saíram perdendo nem um pouco. Pedro Moreira Salles e Walther Moreira Salles Junior, por exemplo, ainda estão na lista dos 10 maiores bilionários do Brasil.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Camargo

Responsável por mais de mil obras em nosso país (incluindo rodovias importantíssimas que cruzam norte a sul no Brasil), a família Camargo é dona do Grupo Camargo Corrêa. Juntos, todos os integrantes dessa linhagem possuem nada menos do que US$ 8 bilhões ou R$ 25 bilhões em conversão direta para o real.

  • Fortuna: US$ 8 bilhões (R$ 25,2 bilhões)
  • Origem: Grupo Camargo Corrêa

Hoje, o Grupo Camargo Corrêa atua em áreas como a de concessão de energia, cimento, transportes, engenharia e construção, incorporação e naval. A empresa foi a responsável, por exemplo, pela construção das hidrelétricas de Jirau, Belo Monte, Ituango (Colômbia) e Batalha. O Grupo também é dono do Estaleiro Atlântico Sul, maior empresa de construção naval do hemisfério sul.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Villela

A família Villela pode não ter um sobrenome muito conhecido, mas acumula a fortuna impressionante de US$ 5 bilhões (R$ 15 bilhões). A linhagem é dona do grupo Itaú SA, considerado simplesmente o maior banco privado do Brasil. Alfredo Egydio Arruda Villela Filho e Ana Lucia de Mattos Barretto Villela, inclusive, fizeram parte da lista dos bilionários da Forbes em 2014.

  • Fortuna: US$ 5 bilhões (R$ 15,7 bilhões)
  • Origem: Banco Itaú

O Banco Itaú Unibanco (conhecido dessa forma depois da união com o Unibanco da família Moreira Salles) faturou nada menos do que R$ 129 bilhões em 2014, com lucro de R$ 20,2 bilhões. O valor de mercado em outubro de 2016 é de nada menos que R$ 213,7 bilhões. O Citibank, o Recobery, o ConectCar, o CorpBanca e o Credicard são outros produtos que estão debaixo desse grande guarda-chuva.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

 

  1. Família Maggi

A família Maggi possui uma fortuna invejável de US$ 4,9 bilhões. Os integrantes dessa linhagem – Lucia Borges Maggi, Blairo Borges Maggi, Marli Maggi Pissollo, Itamar Locks e Hugo de Carvalho Ribeiro – são os atuais donos do Grupo André Maggi (Amaggi), uma poderosa empresa do setor agrícola.

  • Fortuna: US$ 4,9 bilhões (R$ 15,4 bilhões)
  • Origem: Grupo André Maggi (Amaggi)

Além de atuar no setor agrícola, esse grupo também opera no setor de navegação, sementes e energia. A Amaggi é considerada a 4ª maior empresa em exportação de commodities em Mato Grosso, e considerada a 18ª no Brasil. Como patrimônio da empresa, podemos mencionas duas indústrias, 33 silos e armazéns, três portos, cinco Pequenas Centrais Hidrelétricas, 12 fazendas e escritórios em seis países.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Aguiar

Estamos novamente diante de uma família fundadora de um dos grandes bancos presentes aqui no Brasil. O trio Lina Maria Aguiar, Lia Maria Aguiar e Maria Angela Aguiar Bellizia, donas de uma fortuna de US$ 4,5 bilhões (R$ 14,2bilhões), pertencem a linhagem de bilionários que fundou o Bradesco. Parece pouco dinheiro quando comparado ao primeiro lugar, mas você precisaria de algumas vidas para torrar toda essa grana.

  • Fortuna: US$ 4,5 bilhões (R$ 14,2bilhões)
  • Origem: Banco Bradesco

Hoje, a marca do Banco Brasdesco é considerada a maior e mais valiosa da América Latina. Além disso, a empresa é a mais lucrativa do setor nos últimos anos, ganhando relevância por causa das fusões e aquisições que realizou recentemente. Em meados de 2015, o Bradesco adquiriu nada menos que o HSBC Holding, outro grande grupo do setor financeiro em nosso país e no mundo todo.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Batista

O clã Batista tem ganhado bastante relevância ultimamente. Isso porque a empresa comandada por essa família, a rede de processamento de carnes Friboi, tem ganhado destaque em diversos canais de mídia e gerado até certa polêmica. Porém, isso com certeza não ofuscou a fortuna de US$ 4,3 bilhões, ou R$ 13,5 bilhões, provenientes do comércio de carne de todos os tipos, principalmente bovina.

  • Fortuna: US$ 4,3 bilhões (R$ 13,5 bilhões)
  • Origem: Friboi

A Friboi, na verdade, é apenas uma das empresas do grupo JBS S.A. O conglomerado também é dono da Swift, Maturatta, Seara, Cabana Las Lilas (Argentina), Pilgrim’s (Estados Unidos), Gold Kist Farms (Estados Unidos), Pierce (Estados Unidos) e Big Frango. Com relação à polêmica, é fácil explicar: a Friboi é uma das principais doadoras de recursos para campanhas eleitorais no Brasil.

As famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

  1. Família Odebrecht

Embora a família Odebrecht tenha ganhado destaque recente por conta dos escândalos de corrupção, não há como contestar a fortuna de US$ 3,9 bilhões (aproximadamente R$ 12,3 bilhões) que os seus integrantes conquistaram por causa de várias empresas. A principal delas é a Construtora Odebrecht. Resta agora saber quanto desse dinheiro veio dos nossos bolsos.

  • Fortuna: US$ 3,9 bilhões (R$ 12,3 bilhões)
  • Origem: Organização Odebrecht

O conglomerado atua na indústria de construção e engenharia, energia, química e petroquímica. Porém, a empresa não opera apenas no Brasil. A Construtora Odebrecht – e outras subsidiárias – tem obras nos Estados Unidos, Portugal e Angola, além de outros países do continente americano, África, Europa e Oriente Médio. Em 2014, o faturamento do grupo foi de “apenas” R$ 107,7 bilhões.

As famílias contemporâneas mais poderosas do BrasilAs famílias contemporâneas mais poderosas do BrasilAs famílias contemporâneas mais poderosas do Brasil

 

É claro, eles batalharam e trabalharam muito para chegar onde estão. Em alguns casos, também contaram com ajudas políticas, apoios estratégicos e sorte. Mas, e aí, gostaria de fazer parte de alguma dessas famílias?

Compartilhe