9 Curiosidades sobre Jeff Bezos, o fundador da Amazon.com, maior loja virtual do mundo

Segundo a revista Forbes, em julho de 2017, Jeffrey Preston Bezos ou Jeff Bezos de 53 anos, se tornou o homem mais rico do mundo. O fundador e CEO da Amazon.com, tomou o lugar, que há tempos, pertencia a Bill Gates. A fortuna de Bezos, chegou a, impressionantes U$ 91,4 bi.

Um aumento das ações da Amazon.com fez com que a riqueza de Bezos ultrapassasse a de Bill Gates. Bezos tem aproximadamente 17% das ações da empresa além de outros negócios, entre eles o The Washington Post, maior jornal da capital americana, a Blue Origin, uma startup de voos espaciais. Além dessas empresas, Bezos foi um dos primeiros investidores no Google, em 1998. Hoje, esse investimento lhe rende U$ 3 bi aproximadamente. Airbnb, Twitter e Uber também estão entre as empresas que o fundo de investimento Bezos Expeditions fez parte.

Image result for jeff bezos washington post

Bezos foi criado por sua mãe e seu padrasto, um imigrante cubano, no estado americano do Texas e em Miami, na Flórida. Fez faculdade na aclamada Universidade de Princeton se formando em Engenharia Elétrica e Ciência da Computação.

Depois de se formar na universidade, em 1986, Bezos foi trabalhar em Wall Street na área de ciência da computação. Depois trabalhou na construção de uma rede para Fitel, uma empresa de comercio exterior. Ainda trabalho no Bankers Trust e no fundo de investimentos de risco DE Shaw & Co., quando cuidava da parte de oportunidades de negócios na internet.

A Amazon.com surgiu em uma viagem de carro atravessando os Estados Unidos, de Nova Iorque até Seattle, onde ele começou a empresa na garagem de sua casa. Nessa viagem, ele e sua mulher MacKenzie escreveram o plano de negócios da empresa no banco de trás do carro. Ele estava convencido de que a internet crescia muito rápido e que havia inúmeras oportunidades de negócio a se fazer nela.

Image result for jeff bezos daughter

Hoje a Amazon.com é o maior e-commerce do mundo em total de vendas e capitalização do mercado. O começo da empresa foi vendendo livros, depois CDs, DVDs, Blu-Rays, downloads de vídeos e áudios e muitos outros segmentos.

Além desses segmentos, a Amazon.com também produz eletrônicos – os mais conhecidos Kindle, tablets Fire, a Fire TV e a Echo – e é o maior fornecedor mundial de serviços de infraestrutura em nuvem.

A Amazon.com é a quarta empresa pública mais valiosa do mundo – mais de U$ 350 bilhões, a maior empresa da internet em receita – U$ 135 bilhões,  e a oitava maior empregadora dos Estados Unidos, com mais de 340 mil colaboradores.

 

Então vamos a algumas curiosidades sobre Bezos:

1 – É um gastador

No começo de 2017, Bezos comprou um museu têxtil antigo por U$ 23 milhões para transformá-lo na casa da família em Washington D.C.

Image result for jeff bezos house

A família já tem casas em Seattle e em Beverly Hills, mas acreditem, os negócios residenciais parecem ser  insignificantes em comparação com sua outra paixão: ciência espacial.

Isso porque Bezos está vendendo mais ações da Amazon.com para financiar a Blue Origin, o projeto de viagens comerciais para o espaço.

2 – Distribuidor de bananas

Sim. Bezos teve a ideia de dar bananas aos moradores de Seattle, Wa (cidade natal da Amazon.com). Esse gesto dá comida a aproximadamente 4500 pessoas diariamente.

Image result for jeff bezos bananas

Mas, mesmo com todas as iniciativas de filantropia, Bezos é criticado por não fazer suficiente. Ele ainda não tomou a iniciativa de Bill Gates e Mark Zuckerberg,do Facebook, de doar metade de sua fortuna para instituições. Isso não significa que Bezos não esteja planejando tal ato.

No Twitter, ele pediu sugestões de doações que causariam impacto imediatamente. Ainda não se sabe qual será a proposta escolhida, mas apareceram ideias de bibliotecas e até uma procura por talentos tecnológicos na África.

3 – Ele tem um irmão herói

Falando de boas causas, entra o irmão de Jeff, Mark Bezos. Mark abandonou a carreira de publicitário para trabalhar numa organização anti-pobreza chamada Robin-Hood.

Mark Bezos the fire fighter

Em uma conversa retransmitida pelo TED, um site que repassa ideias interessantes, Mark contou que, quando foi fazer seu primeiro trabalho voluntario como bombeiro, ele queria mostrar do que realmente era feito. Aí, outra pessoa recebeu uma tarefa mais “glamorosa”: resgatar o cachorrinho da dona, enquanto Mark ficou encarregado de encontrar um par de sapatos. Mesmo assim, a dona o agradeceu bastante.

E disso uma lição: se tiver algo a dar, mesmo que pequeno, faça-o agora.

4 – Fanático por Star Trek

Uma vantagem de ser muito rico é que você pode se entregar às suas fantasias. Sendo assim, como grande fã da série Star Trek, Bezos conseguiu um pequeno papel no último filme.

Mas encontra-lo no filme vai ser tarefa difícil, já que seu personagem aparece em uma máscara cinzenta e enrugada.

Jeff Bezos dressed as an alien for Star Trek

Bezos passou grande parte da sua infância no sitio de seus avós no Texas e seu interesse em números apareceu ali. Ele contou aos alunos de Princeton: “naquela época, qualquer coisa pra mim era desculpa para fazer contas. Eu calculava estatísticas inúteis de supermercado”.

Para termos uma ideia, ele passou tempos calculando os efeitos do cigarro na vida de sua avó. Ele disse ainda que esperava ser premiado por sua habilidade aritimetica e por sua esperteza. Depois dessa declaração, sua avó caiu em lágrimas e seu avô disse: “é mais difícil ser gentil do que inteligente”.

5 – Pensamento espacial

Bezos tem um pensamento espacial avançado. Ele já imaginou hotéis espaciais, parque de diversões e cidades em outros planetas. Jeff disse que queria ver “milhões de pessoas vivendo e trabalhando no espaço”.

Image result for jeff bezos blue origin

Ele prevê que nos próximos cem anos toda nossa indústria pesada estará fora do planeta Terra, fazendo daqui, um lugar bem mais agradável para se viver.

Antes disso, ele mesmo quer que sua Blue Origin o envie para o espaço. Porém, com o slogan de “Gradatim Ferociter” – Passo a passo,Ferozmente – ele parece não ter tanta pressa.

6 – Chefe bom é um chefe ruim

Bezos é conhecido por não ser complacente. Além disso, não tolera incompetência em suas empresas. A maioria de seus ataques a funcionários se dá ao seu compromisso em melhorar o atendimento ao cliente e, por consequência, o rendimento da empresa.

Image result for jeff bezos horrible boss

Ele chega a ser bem duro com funcionários e colaboradores. “Você é preguiçoso assim sempre ou é simplesmente incompetente?” ou “Precisamos de inteligência humana para resolvermos esse problema”. Já se ouviu também que “Esse documento, claramente foi escrito pelo time B. Alguém pode me dar o que foi escrito pelo time A? Eu não vou perder meu tempo lendo algo feito pelo time B”.

Além dessas, membros da equipe de Bezos já ouviram: “Porque você está desperdiçando meu tempo com isso?”, “Desculpa, não tomei meu remédio para ficar mais burro hoje”.

7 – Ideias não corporativas

Sabe-se que Bezos é um cara pouco corporativo. Uma história que corre os bastidores da Amazon é de que em um evento alguém disse: “As pessoas precisam se comunicar mais”. Foi quando Jeff se levantou e rebateu: “Não, comunicação é terrível”. Ele justificou dizendo que pequenos grupos dentro de uma empresa têm mais possibilidades inovar e testar ideias e visões. Daí que veio a teoria do “time de duas pizzas”. Jeff dizia que “se duas pizzas não são suficiente para alimentar sua equipe, significa que ela é grande demais”. Para Bezes, uma equipe ideal tem de 5 a 7 membros.

Image result for jeff bezos pizza rule

8 – Risada pra lá de diferente

“É um tremor assustador e pulsante que ele se inclina, enquanto esticando o pescoço para trás, fechando os olhos e soltando um rugido gutural que parece uma cruz entre um elefante de acoplamento e uma ferramenta elétrica”, diz Brad Stone, autor da biografia “The Everything Store: Jeff Bezos and the Age of Amazon”.

Sua mulher Mackenzie se apaixonou por ela ouvindo todo dia pela parede do escritório onde trabalhavam. Seus irmãos reclamavam que não conseguiam ouvir aos filmes que iam quando eram pequenos.

O negócio entre a Amazon e o eBay foi adiado pelos executivos da eBay pela risada de Bezos. Funcionários antigos dizem até que ele usa a risada como forma de punição.

9 – Nomes esquisitos no começo

Até chegar em Amazon.com, Bezes sofreu com nomes. Começou com Cadabra, na ideia de uma magia e novidade em fazer comprar on-line. Porém esse nome foi descartado, pois invariavelmente, era dificil de se falar e confundido com cadáver.

amazon-com-garage

Passou por MakeItSo.com, em alusão a uma frase do Capitão Picard de Star Trek, sua série favorita. Jeff também pensou em Aard.com para ficar no topo da lista de sites por ordem alfabética. Awake.com, Browse.com, Bookmall.com e até Relentless.com foram registrados pelo casal Bezos.

Folheando o dicionário pela letra A, Jeff chegou a “Amazon” e gostou da ressonancia entre o maior rio do planeta e a maior livraria.

Compartilhe
  • jader p.borges kandor

    E bom si inspirar nos vencedores!!!Parabens a ele!!!!

  • Bruce Wayne

    Já vi gargalhadas bem piores, semelhantes a relinchos!